DÉFICITS DE CRESCIMENTO E PUBERDADE PRECOCE

Muitos pais procuram o pediatra, pois têm expectativas em relação ao crescimento de seus filhos, e esperam que esses atinjam uma altura acima de suas características genéticas. E qual o papel dos exames de ressonância magnética nesse caso? Em alguns casos, a baixa estatura é decorrente da deficiência na produção de hormônio do crescimento ( GH ), pela glândula hipofisária, responsável pela produção desse e de outros hormômios. A ressonância é o único exame capaz de diagnosticar, com precisão, malformações estruturais dessa glândula, inclusive a ausência de algumas de suas partes, o que leva à produção insuficiente desse hormônio.

Nas meninas, a procura por exames geralmente ocorre para investigação da puberdade precoce, que consiste na maturação sexual, ou desenvolvimento dos caracteres sexuais antes dos 8 anos de idade. Nos meninos, o desenvolvimento de caracteres sexuais é considerado anormal antes dos 9 anos, no entanto, essa queixa tem sido observada com maior frequência no sexo feminino. Em muitos casos de puberdade precoce é causada pela liberação precoce de alguns hormônios sexuais pela hipófise. Esta liberação pode ser causada por anomalias, principalmente tumores, numa região que controla essa glândula, chamada hipotálamo, ou em outra glândula do cérebro, chamada pineal.

Devemos ressaltar que nem todos os pacientes com baixa estatura deverão ser submetidos ao exame de ressonânci magnética e sim aqueles que o médico responsável pela criânça ou adolescênte, geralmente o endocrinologista pediátrico, julgar necessário, lembrando que a investigação irá depender de outros exames, principalmente os laboratoriais.

Drª Ruth H. de Morais Bonini - Retirado da Revista Total Saúde - Dez/2009

www.revistatotalsaude.com.br

 

© 2009 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode